Sem categoria

12 livros para ler em 2019

14 de Janeiro, 2019

Há uns dias fiz um questionário no Instagram, pedindo novas sugestões aqui para o blogue e ideias de publicações para escrever por aqui. Pediram-me para falar sobre os livros que quero ler nos próximos meses e, bem, aqui estou eu. Preciso de deixar um pequeno aviso antes de passarmos para o que interessa: sou um bocado instável nas minhas decisões. Mudo de livro como quem muda de cuecas quando é altura de decidir a próxima leitura, dependendo do meu estado de espírito e inspiração. Talvez seja por isso que não consegui completar a tbr de Dezembro, mas pronto. Vamos tentar na mesma. 

A verdade é que os meus gostos andam um bocadinho diferentes nos últimos tempos. A vossa fã número 1 de young adult e fantasia anda à procura de romances, mais não-ficção e, inclusive, uns quantos thrillers. Chocante, eu sei
Não sei o que se anda a passar comigo, mas acho que consigo apontar a grande causa: vocês. 
No final de 2018 olhei para os meus hábitos de leitura e para o meu blogue e percebi que tinha de expandir os meus gostos para chegar aos gostos de mais pessoas. Porque, na realidade, eu gosto de ler praticamente tudo, simplesmente enfio-me na minha zona de conforto e não me dou ao trabalho de descobrir muito mais. Se quero abordar literatura no meu blogue, tenho que alargar horizontes e ir à procura de tudo. Isto não significa perder aquilo que me faz única, ou comercializar-me em prol de seguidores ou algo do género – é apenas uma forma de especializar-me naquilo que gosto de fazer. 
Uma das formas que arranjei para cumprir este, vá, chamemos-lhe objectivo para 2019, foi através da criação e participação no clube literário The Bibliophile Club, sobre o qual podem saber tudo aqui. Mas, para além dos temas mensais, as minhas escolhas privadas também começaram a mudar logo no início deste ano. É aqui que entram os livros para 2019. 
Curiosamente, não está a ser nada forçado. Adquiri alguns e-books em inglês para ir ao encontro deste novo gosto em outros géneros literários e, surpreendentemente, estou bastante entusiasmada. Achava que ia ter aquela sensação de pressão ao sair da minha zona de conforto no que toca a livros, mas dou por mim a procurar novas sugestões e a gostar dos resumos e das reviews que vou lendo. 
Embora não vos possa dar a lista exacta de tudo aquilo que vou ler em 2019, posso mostrar-vos algumas obras que me interessam e que, definitivamente, vão estar nas minhas leituras futuras.

Os livros que vão mudar os ares da minha estante, do meu blogue e dos meus gostos literários…

1. “Educated: A Memoir” (2018). Esta autobiografia esteve nas listas do Barack Obama e do Bill Gates com os melhores livros de 2018, e se há coisa em que devemos confiar é no gosto literário destes dois homens, não é? Westover narra a sua história como membro de uma família de survivalists, um grupo de indivíduos que se preparam, durante uma vida inteira, para eventuais catástrofes ou emergências de vários tipos. A escritora explora a forma como começou a educar-se a si mesma, aprendendo os mais variados temas ao ponto de virar costas à sua família para ir estudar na Universidade de Cambridge. O livro está disponível na Wook e na Book Depository
2. Milkman (2018). Recentemente a Porto Editora anunciou a tradução desta obra, escrita por Anna Burns, pelo que vou esperar pela sua publicação até Maio. Esteve nos bestsellers durante todo o ano de 2018 e conta a história da “filha do meio” que, numa cidade sem nome, tenta esconder de toda a gente a sua relação com um homem pois, naquele meio, rumores tornam uma pessoa interessante e ser interessante é perigoso. Parece estranho e peculiar, principalmente pela ausência de nomes no resumo da história. Podem comprar na Book Depository, para já.
3. Sapiens: A Brief History of Humankind (2011). Vou querer comprar todos os livros de Yuval Harari em português para tê-los na minha estante para todo o sempre – estou só à procura de uma boa promoção na Wook, para ser sincera. Este aborda a história da humanidade e os seus principais marcos evolutivos ao longo dos milhares de anos desde a sua existência. Em português na Wook, e em inglês na Book Depository.  
4. Homo Deus: A Brief History of Tomorrow (2015). Na continuação da bibliografia aparentemente maravilhosa de Harari, temos neste livro uma retrospecção daquilo que vão ser os principais momentos e processos do futuro da humanidade, mediante aquilo que temos vindo a conhecer e a acreditar desde sempre. Estou especialmente entusiasmada com este, pois acho que nos faz questionar sobre imensa coisa. Novamente nos sítios habituais, Wook e Book Depository
5. 21 Lessons for the 21st Century (2018). Terminamos a saga deste escritor com a sua obra mais recente que, no seguimento da sua abordagem sobre o passado e o futuro, dedica-se aqui ao presente. Se estes três livros não vos interessam só pela sua descrição, então não sei. Eu sinto-me já encantada com Harari e ainda nem comecei a lê-lo. Para português e para inglês, vão lá boa gente. 

Dois que já são conhecidos cá de casa e uma que cada vez mais admiro…

6. Estar Vivo Aleija (2018). Este homem é do caraças. Não gosto dela apenas pelo humor, mas por todas as outras características que fazem dele (para mim) das figuras mais inteligentes deste país. Em 2016 li A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar e gostei muito, pelo que há que cumprir a tradição e continuar a ler a sua mais recente obra que aborda assuntos como o império das redes sociais, a liberdade de expressão e, bem, todos os tópicos polémicos da ordem do dia. Comprem na Wook
7. Becoming (2018). Vocês achavam que eu ia falar da Cristina Ferreira? Espero que não. A biografia dela anda pelas bocas do mundo e nem vos consigo dizer a quantidade de pessoas que escolheram este livro para o tema do mês de Janeiro no The Bibliophile Club. Quem já o leu, na sua grande maioria, diz que está fabuloso e eu também quero descobrir se concordo ou não (mas tenho quase a certeza que sim). Já temos em português na Wook, mas podem ler em inglês na Book Depository
8. Princípio de Karenina (2018). A verdade é que eu nem preciso de ler o resumo de um livro de Afonso Cruz para o querer comprar. Já temos essa relação próxima, eu e ele: quando há um novo lançamento, eu quero imediatamente lê-lo, independentemente de parecer ser bom ou mau. É um dos meus autores portugueses favoritos. E podem comprar este novo livro na Wook.

E porque ninguém tira o young adult e a fantasia à Sónia…

9. Six of Crows (2015). Eu sou teimosa. E teimosa que é teimosa espera pela oportunidade certa para conseguir adquiri livros que já se sabe que vão ser favoritos dentro de um determinado género. O problema? Esta semana foi anunciada uma nova série na Netflix baseada nesta obra, de Leigh Bardugo, bem como na segunda que também está nesta lista, já a seguir (pelo que percebo são as duas mais ou menos dentro do mesmo universo ficcional). Isto acaba por me meter um bocado de pressão, pelo que chegou finalmente a altura de adquiri esta saga. E a outra também. Aguenta, carteira. Podem comprar na Book Depository
10. Shadow and Bone (2012). Este devia estar primeiro do que o nº. 9, mas pronto. Já sabem que é a mesma lenga-lenga e o porquê de o querer comprar. Todavia, Portugal já traduziu o primeiro volume desta saga, que podem encontrar na Wook. Se quiserem em inglês com uma capa linda, é na Book Depository
11. Kingdom of Ash (2018). Este é o último livro da saga da minha mais que tudo Sarah J. Mass. Li os outros livros em e-book e estou a considerar agora comprá-los em inglês para ter na minha colecção. O que complica um bocado as coisas porque são 300 livros até chegar a este, mas pronto. Têm aqui o link para este livro específico, mas se quiserem descobrir a história de uma assassina muito badass num reino de magia e fae extremamente atraentes, sugiro adquirirem o primeiro livro, Throne of Glass, já em português na Wook (não estão todos traduzidos) ou em inglês na Book Depository
12. The Cruel Prince (2018). Por último, este livro foi muito falado nos finais de 2017, princípios de 2018, e é daquelas sagas (como nos restantes que abordei nesta última secção, na realidade) que não se percebe porque raio é que ainda não foi traduzido para português. Há fae, há príncipes, assassínios e mistérios, pelo que é o livro perfeito para mim. Não é?! Na Book Depository

And that’s it! Estes são os principais livros que vou/quero muito ler em 2019. Alguns vão ser em e-book, outros vou mesmo querer adquirir, seja novinhos em folha ou em segunda mão (estou a pensar em comprar a saga Throne of Glass no OLX ou noutro sítio qualquer baratinho, por exemplo). Espero que tenham gostado e que cumpra com as vossas expectativas. Mesmo que alguns sejam completamente distantes daquilo que é, por norma, o meu gosto literário, estou absolutamente entusiasmada com todos eles.

E vocês? Têm interesse ou já leram alguns destes livros aqui mencionados? 


* O By the Library é um blogue afiliado da Wook e da Book Depository; ao adquirirem estes livros através dos links fornecidos, estão a contribuir com uma pequena percentagem para mim, potenciando o crescimento do nosso cantinho. Por mais leituras! ❤

SEGUE-ME NAS REDES SOCIAIS 
Facebook • Instagram • Youtube • Twitter • Goodreads
  • Reply
    Suspiros da Bea
    14 de Janeiro, 2019 at 15:30

    Quero ler todos os que escolheste de young adult, alguns já os tenho. Tenho o princípio de karenina que me ofereceram, mas não me parece nada o meu estilo xD

  • Reply
    So happy with Less
    14 de Janeiro, 2019 at 18:29

    Todos os livros que referiste estão na minha lista para ler 🙂 O Becoming vou ler para o clube de leitura. Beijinhos

  • Reply
    The Bookish Deer
    14 de Janeiro, 2019 at 20:32

    Também adoro variar e ler um pouco de tudo. Este ano, quero dedicar-me à ficção literária, que é um género que pouco leio mas costumo gostar quando o faço. O mesmo se aplica à ficção histórica!
    Todos estes livros estão na minha TBR, curiosamente, mas não necessariamente na deste ano 😀
    Adorei as fotos, as cores ficaram lindas! Beijinhos ♡

  • Reply
    Sofia Costa Lima
    14 de Janeiro, 2019 at 20:41

    Quero muito ler os três do Yuval Noah Harari, o do RAP e o da Michelle Obama, mas como ando demasiado pobre para livros também tenho visto se consigo em segunda mão, já que pelo menos os do Harari e o da Michelle Obama são caros para caraçaaaaaas!

    A Sofia World

  • Reply
    Andreia Morais
    14 de Janeiro, 2019 at 21:29

    Sair da minha zona de conforto literária também é algo que procuro fazer, ainda que acabe por regressar sempre a determinados estilos e autores.
    Quero muito ler Ricardo Araújo Pereira, o "Becoming" e o do Afonso Cruz 🙂

  • Reply
    Inês
    16 de Janeiro, 2019 at 13:14

    Já li o "Educated" e recomendo muito 🙂 Em relação aos outros, quero muito ler o do RAP, o da Michelle Obama e o Milkman (ainda bem que será traduzido em português) 🙂

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: